Pular para o conteúdo principal

11o SGESP - 22/7 - TCESP - O controle dos municípios

O Controle Externo e os Tribunais de Contas

A Lei de Responsabilidade Fiscal é um dos pilares da transparência e boa condução da gestão pública.

O TCESP sempre esteve à frente desses controles, principalmente orientando, mas também modernizando e sistematizando seus métodos de auditoria e fiscalização.

Para assistir no Youtube 

Coordenação
Sérgio Ciquera Rossi

Painel 1
Princípios estruturantes na administração Municipal – Controle Interno - SIAFIC

Início – 9h10
Término – 9h40 
Perguntas até 10 h

Paulo Massaru Uesugi Sugiura

Especialista em Direito e Diretor Técnico de Departamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

        Advogado, pós-graduado em Direito Administrativo e Auditoria em Organizações do Setor Público. Servidor público de carreira do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo desde 1995. 
        Ocupante do cargo de Diretor Técnico de Departamento de Supervisão da Fiscalização I.

Painel 2 
Uso de tecnologia pela Administração Pública,
boas práticas, controle social (incluindo o app do TCESP) e LGPD
 

Início – 10h
Término – 10h40 
Perguntas até 11h

Fábio Correa Xavier

Diretor do Departamento de Tecnologia da Informação (CIO) do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

        Professor e Coordenador de Cursos de Graduação na área de TI, Mestre em Ciência da Computação pela USP, com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC/RJ, e Especialização Network Engineering pela JICA-Japão, possui ainda Pós-graduação em Gestão Pública e Responsabilidade Fiscal e Pós-graduação em Projetos de Redes.
        Profissional com mais de 25 anos de experiência na área de tecnologia e segurança da informação, com atuação em empresas de grande porte, do setor público e privado.
        Autor dos livros “Roteadores Cisco: guia básico de configuração e operação” e "Tecnologias, Inovação e outros assuntos em análise". Coautor do livro "Comentários à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais".

Painel 3
A Nova Lei de Licitação e os controles do TCE

Início – 11h
Término – 11h40 
Perguntas até 11h50
Encerramento do dia com considerações

Sérgio Ciquera Rossi

Secretário-Diretor Geral do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

        Ingressou, por concurso público, no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo em agosto de 1970, após ser nomeado no serviço público com o cargo efetivo de Técnico em Contabilidade.
        Graduado em Direito e formado no curso técnico em Contabilidade, ao longo dos anos, ocupou diversos cargos e funções no TCESP: Auditor I (1973), Auditor II (1976), Assessor-Técnico de Gabinete (1979), Diretor-Técnico de Divisão (1983), Assessor Técnico-Chefe da Assessoria-Técnico Jurídica (1985), Chefe de Gabinete de Conselheiros e da Presidência (a partir de 1986), atuando por vezes em plenário como Substituto de Conselheiro.
        Em 1989, foi designado Secretário-Diretor Geral do Tribunal de Contas, função que exerce até hoje.
Currículo na íntegra 

Participação Especial do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo

Flávia Augusto

Contadora, empresária e perita, especialista em Terceiro Setor, é vice-presidente do CRC-SP

        MBA em Contadora, perita judicial e empresária contábil com experiência em empresas comerciais, serviços e Terceiro Setor, possui MBA em Gestão Financeira e Controladoria e em Global Leadership in Accounting and Finance. 
        Conselheira e Vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CRCSP da gestão 2022-2023.

Moderador

Francisco Sérgio Nalini

Secretário-Executivo da Associação das Secretarias Municipais de Finanças Municipais de São Paulo – ASSEFIN-SP

        Professor pós-graduado nas áreas contábeis e de administração e economia, ministrou aulas pela ESAF – Escola Superior de Administração Fiscal.
        Auditor-Fiscal Receita Federal do Brasil, aposentado, onde exerceu a função de Delegado e Conselheiro do CARF - Conselho Administrativo de Recursos Fiscais.
        Foi secretário municipal em diversas áreas, tendo sido Secretário da Fazenda de Ribeirão Preto por duas vezes (2003 e 2011 a 2016).

Convidado especial da empresa parceira EICON


Rafael Repolho

Diretor de Produtos Tributários da Eicon - Produtos Inteligentes, pós-graduando em inovação e negócios pela FIA/USP-SP 

Ficha técnica:

Dia 22/7/2022 - das 9 às 12 horas

Site do evento: https://www.sgesp.com.br/

Inscrições: para certificados

Detalhes dos painéis diários: últimas notícias e resumo de todos assuntos

Link para assistir no Youtube

Link para assistir e pontuar EPC no CRC-SP

Detalhes da pontuação EPC aqui.

Detalhes em todos os dias:

(link esta na data)

19/07  Abertura com dirigentes fazendários e autoridades municipalistas

20/07  ​​​​​​A Contabilidade Aplicada ao Setor Público em frequente evolução

21/07  Receita Federal do Brasil - Colaboração e intercâmbio com os municípios

22/07 – Tribunal de Contas de SP - Controle - Auditoria - Transparência

26/07 – Oficina Municipal - A força da cooperação regional na gestão pública

27/07 – O Controle Social e o cidadão

28/07 – A revolução digital no serviço público

Fale conosco (*)assefinsp@gmail.com 
(*) Envie por aqui suas sugestões, dúvidas e, principalmente, perguntas antecipadamente, no dia elas serão respondidas

WhatsApp  16999623-2133


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

11o SGESP - 20/7 - Contabilidade Pública terá SIAFIC, SICONFI e RPPS

Contabilidade Aplicada ao Setor Público           Nada evolui tanto na gestão pública como a área contábil, e nós sempre acompanhamos essas transformações.           Entre tantos temas, certamente a fusão que será feita pelo SIAFIC estará em pauta  Breafing           A transparência pública, que tem como pilar o controle social, ou seja, o interesse do cidadão, tema central do seminário , será um dos temas amanhã do 11.o SGESP. Para isso a Secretaria do Tesouro criou um Ranking da Qualidade da Informação Contábil na transparência da gestão fiscal. Este tema - a transparência dos dados públicos, - voltará a ser discutido ao longo dos próximos 6 dias das palestras.            O painel será desenvolvido por  Leandro Moreira Souto,  Auditor Federal de Finanças e Controle da Secretaria do Tesouro Nacional, que é Coordenador de Transparência e Análise de Dados da Federação, da STN. SIAFIC      Leandro falará também sobre o Decreto 10.540 de 20020, que regula o  Sistema Único e Integrado de E

11.o SGESP terá mais de 30 painéis, veja a programação com detalhes

     Começou no último dia 19 de julho de 2022, e se estende até o dia 28, o  11.o SGESP - Seminário de Gestão Pública Fazendária, organizado pela ASSEFIN - Associação das Secretarias Municipais de Finanças do Estado de São Paulo. Serão 7 dias, considerando a abertura com entidades fazendárias e municipalistas que o apoiam, no dia 19, é totalmente virtual e gratuito, sempre com 3 horas de duração, das 9 às 12 horas. Veja as entidades que o apoiam e toda a programação com todos os detalhes nos links que oferecermos no fim desta matéria.      O SGESP é notório por suas parcerias, começando pelo Conselho Regional de Contabilidade do Estado de SP, que o transmite, inclui e pontua no seu Programa de Educação Continuada - PEPC, e conta também com o setor de Contabilidade Pública da Secretaria do Tesouro Nacional, Receita Federal do Brasil, Tribunal de Contas do Estado de SP e a Oficina Municipal, com a alemã Fundação Konrad Adenauer.       Este ano ele contará com 31 palestras que transitam

11o SGESP - 19/7 - Abertura

Abertura com autoridades e entidades municipalistas    O tema do SGESP este ano é Excelência dos Serviços Fazendários – Por uma gestão pública voltada aos interesses sociais.     Os procedimentos para o atendimento ao cidadão foram muito modificados pela pandemia, principalmente nas áreas fazendárias, da educação e da saúde. Na saúde a explosão do atendimento na pandemia, a educação abriu um hiato de 2 anos para nossas crianças, e, na área fazendária, muitos mecanismos novos surgiram, o principal foi a interrupção do atendimento presencial.     Essa interrupção afeta ao contribuinte e ao seu maior representante na área tributária, o contador, é este profissional e suas profissões derivadas que não só escrituram todos os fenômenos, como também o representa cidadãos e empresas nas repartições. Agora cabe estudarmos e nos adaptarmos ao que teve de bom no crescimento do atendimento online, mas não inibirmos o atendimento presencial, quando necessário.   Por outro lado, o cidadão, que teve