Pular para o conteúdo principal

ASSEFIN, UVESP, RFB e CIGABC - próximos eventos

Inscrição - Aponte a câmera do celular para o QR Code


29 de outubro - 1.a reunião do Grupo ASSEFIN de Contabilidade Pública

Contando com 350 profissionais cadastrados, de 115 prefeituras, o GA-CASP fará sua primeira reunião em 29/10, das 9h ao meio dia. Antecedendo essa reunião, que tratará das atividades do grupo, haverá uma palestra sobre as Normas Brasileiras de Contabilidade Técnicas do Setor Público (NBC TSP).

Três professores, que conviveram com as NBC desde o começo, farão mini palestras e responderão às perguntas que surgirem, a intenção da organização é fazer uma linha do tempo da introdução das normas na contabilidade pública brasileira, a partir do momento que a orientação passou a ser da Secretaria do Tesouro Nacional.

Aliás os 3 já atuaram diretamente nelas (NBC), seja na Coordenação ou na STN - Paulo Feijó, Gilvan Dantas e Leonardo Nascimento.

O evento será feito pela plataforma Zoom, com quase 100 convidados, e aberto e livre pelo Youtube em dois canais.

A inscrição pode ser feita por aqui

e assistida pelo Youtube.




28 e 29 de outubro - 3.o Conexidades

Criado pela UVESP (União dos Vereadores do Estado de São Paulo) em 2018, CONEXIDADES anuncia a sua terceira edição, com projeção virtual e ao vivo, nos dias 28 e 29 de outubro de 2020.

 

Fruto de um amplo debate com várias lideranças do movimento municipalista, CONEXIDADES discute temas totalmente relevantes e de interesse dos municípios, com respostas e ações propostas em formato de apresentações e workshops.

 

Graças ao total envolvimento de empresas, entidades, fundações e associações representativas, esta edição do CONEXIDADES vai contar com a adesão dos maiores municípios do estado, bem como participação expressiva dos municípios de pequeno porte – com população de até 50 mil habitantes, por meio de iniciativa da Associação dos Municípios de Pequeno Porte do Estado de São Paulo (AMPPESP).

Com tudo isso e com toda a certeza, mais uma vez CONEXIDADES cumprirá o objetivo que carrega em seu nome: instruir, orientar e preparar o agente público visando à excelência de suas funções, além de fazer a Conexão entre o poder público e as empresas interessadas em investir nos municípios. 


3º Conexidades - A Retomada do Desenvolvimento
Programação e mais informações acesse:
www.conexidades.com.br
28 out 2020 09:00 AM
29 out 2020 09:00 AM



3 e 4 de novembro - XIII ENAT - Receita Federal do Brasil

Receita Federal realiza a 13ª edição do Encontro Nacional de Administradores Tributários – XIII Enat.

O evento, totalmente virtual, acontece nos dias 3 e 4 de novembro. Inscrições estão abertas

A Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) fará realizar nos dias 3 e 4 de novembro de 2020 a 13ª edição do Encontro Nacional de Administradores Tributários – XIII Enat. Pela primeira vez o evento acontece de maneira totalmente virtual, em função das medidas de segurança que devem de ser observadas por força da pandemia do novo coronavirus.  

O Encontro é destinado aos representantes das administrações tributárias das três esferas de governo e de seus fóruns e reunirá Secretários Estaduais de Fazenda, Secretários Municipais de Finanças, dirigentes da Receita Federal, demais autoridades fazendárias, entre outros.

Quatro grandes eixos temáticos serão  levados para o debate no XIII Enat:
 
- Iniciativas Pós-pandemia
- Inovações na Administração Tributária;
- Reforma Tributária,  e
- Conformidade Tributária

O Encontro Nacional de Administradores das Administrações Tributárias é um dos mais importantes plenários de integração e troca de experiências entre os fiscos, visando ações integradas que racionalizem custos, eliminem entraves burocráticos, facilitem o cumprimento das obrigações tributárias e aprimorem o controle e a fiscalização por parte dos órgãos governamentais.

As inscrições para o evento vão até o dia 30 de outubro e podem ser efetuadas, sem custo, acessando   (http://www.enat.receita.fazenda.gov.br/pt-br/area_nacional/eventos/xiii-enat).  



5 de novembro - Simplica Já!


O Consórcio Intermunicipal Grande ABC (CIGABC) e a  Associação Nacional dos Auditores-Fiscais de Tributos dos Municípios e Distrito Federal (ANAFISCO), com o apoio da Associação das Secretarias Municipais de Finanças do Estado de São Paulo (Assefin-SP) e da Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (Abrasf) têm a honra de convidá-lo(a) para o evento: 

 

Evento: REFORMA TRIBUTÁRIA. APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA “SIMPLIFICA JÁ” PARA OS AUDITORES FISCAIS DO GRANDE ABC E DEMAIS REGIÕES DO ESTADO DE SÃO PAULO. 

 

DATA: 05/11/2020 (quinta-feira) 

HORÁRIO: a partir das 9h30 até às 11h 

LINK DE ACESSO À VIDEOCONFERÊNCIA: https://meet.google.com/bzi-ijxf-ccn  

Obs.: 

  1. A participação poderá ser realizada pelo computador, acessando diretamente o(s) link(s) pelos navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox ou Edge; ou também pelo celular, sendo necessário previamente baixar o App Hangouts Meet pelo Google Play ou iTunes Store
  2. A sala da videoconferência será aberta às 9h15; 
  3. Será fornecido certificado de participação para os participantes que preencherem o formulário que será  disponibilizado no chat durante o encontro. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10.o SGESP - 20/7 - Abertura

         A abertura do 10.o SGESP ocorreu n o dia 20/7/2021, às 9 horas, com a presença de titulares de  entidades municipalistas e fazendárias.            Este ano o tema do seminário foi A Gestão Fazendária na Era Digital, assunto que não se esgotará tão cedo tendo em vista o estágio de nossos municípios, principalmente tendo enfrentado uma enorme crise na saúde, que ainda não se findou.          Todos os que participaram foram unânimes, a Era Digital já está aí, será o fim do papel, das filas em guichês e o avanço da inteligência artificial, ajudando os contribuintes, os cidadãos, mas, principalmente os servidores públicos que, ao invés de executarem seus serviços de forma automática, passarão a atuar na ciência e modernização de suas funções, sem perder a humanização.          Estamos longe? Pode ser, mas não podemos ignorar - o digital já chegou!          Especificamente na abertura, como ocorre t radicionalmente nos nossos eventos, os convidados da ASSEFIN apresentaram também as

SIAFIC - Comitê Gestor: Sistema Único é um software!

Aponte ^ a câmera do seu celular no  QR Code  (ou clique na figura) e participe! Como participar do Café da Manhã: 1. Para receber certificado: Inscrição 2. Para assistir: Youtube  - Facebook SIAFIC: Comitê Gestor firma entendimento de Sistema Único: ele é um software !         Desde o ano 2000, com a edição da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000) existe uma palavra de ordem para os entes da Federação:  transparência  nas informações! O fundamento principal é a " liberação ao pleno conhecimento e acompanhamento da sociedade, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira, em meios eletrônicos de acesso público".         Em 2009 aparece um conceito complementar à transparência dos gastos públicos para os entes da Federação, o de que também devem incentivar audiências públicas, o da adoção de um  sistema integrado  e que tenha um  padrão mínimo de qualidade .            Desta forma, foi editado o Decreto n.o 7.186 de 27/5/2010, o

IRRF injetará milhões na arrecadação municipal

            Bate-papo com secretários de finanças às 17 h dia 27-10           Após a decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal, no julgamento do Recurso Extraordinário com Repercussão Geral n.o 1.293.453 e na Ação Cível Originária no 2897, foi declarada  constitucional a incidência e a arrecadação do Imposto de Renda Retido na Fonte pelos municípios, estados e DF, sobre todos os pagamentos .         Duas coisas são importantes e merecem os grifos que fizemos acima, a repercussão geral , ou seja, o julgamento não atende só o município que apelou, e é i ncorporada à arrecadação municipal , todas as retenções na fonte de imposto de renda, não só pela incidência sobre o pagamento aos servidores, na folha de pagamento, mas também pelo que for pago aos fornecedores e prestadores de serviços.          A Receita Federal do Brasil vinha autuando os municípios que não repassavam o produto da arrecadação deste tributo, inclusive negando certidão negativa, entendendo que só o que era